Archive for March, 2009

Se o deputado falou, a gente acredita!…

Tuesday, March 31st, 2009

albertofraga_atireiopaunogatoO deputado federal Alberto Fraga (DEM), hoje  licenciado da Câmara e secretário de Transportes do Distrito Federal, vinha pagando à sua empregada doméstica (faxineira de sua residência) usando os recursos da Câmara Federal.  É que a trabalhadora, na verdade, constava como funcionária (comissionada) de seu Gabinete de deputado, na condição de secretária parlamentar, olha que chic!…

Aliás, a Dona “Izolda” (…podia ter um nome melhor para uma situação dessas?!…rs….) foi contratada mesmo pelo deputado Osório Adriano (DEM), suplente de Fraga e que ocupa, naturalmente, seu gabinete. 

Uma curiosidade do Deputado Fraga é que, na condição de coronel da reserva da Polícia Militar, ficou conhecido na Câmara como o principal nome da “bancada da bala”. Em 2005, chegou a presidir a frente parlamentar contra a proibição do comércio de armas no país. Em 2007, assumiu a Secretaria de Transportes distrital.

Bom deputado, como eu prefiro ficar longe de “balas”, vamos combinar o seguinte: esse “crimezinho” anão, como o senhor muito singelamente deixou claro (quando comparado a outras acusações feitas contra parlamentares), deve ocorrer a torto e a direita no Congresso, sendo este só mais um. O fato de ter vindo à tona é que foi chato, né!? Porque existir é uma coisa, vir à tona é outra, completamente diferente…rs….O jeito agora é mandar a pobre embora e esperar a poeira baixar….depois…..bom, depois o senhor sabe né deputado, começa tudo de novo, ok!? Então, quanto ao crime (desvio de função de servidor público, etc, etc, etc), vamos deixar de lado. Fiz vista grossa, pronto!

Agora, deputado, o ato falho, não vou ter como deixar passar em branco, não, tá bom!? Tenho outra saída, fala a verdade? O senhor chegou a ver o VT? É engraçado demais, deputado. E olha, Freud (…espero que saiba quem ele foi…) dizia que o tal do ato falho ou ato sintomático é um equívoco na fala, na memória ou em uma atuação física, provocada hipoteticamente pelo inconsciente, de forma que, ao cometê-lo, o agente estaria realizando o seu desejo do inconsciente. Em resumo, nada acontece acidentalmente. Para Freud ficou mais do que evidente de que o ato falho era como uma constituição de compromisso entre o intuito consciente da pessoa e o reprimido. Mas, vamos mudar o rumo dessa prosa, porque nesta linha a coisa pega de novo, né, deputado?! rsrs…

Voltando para a sua entrevista, deputado, foi o senhor mesmo que disse que a “Dona Izolda” fazia “serviços domésticos” para o senhor, não foi?! Pois é! A gente acreditou. Mas, quando o senhor tentou consertar e desistiu no meio do caminho, dizendo: “Agora, realmente, ficou complicado de explicar…..”……aí não, deputado, isso foi maldade demais com a gente….aquilo foi engraçado de doer a barriga de tanto rir……Depois disso, posso assegurar, o prêmio “piada pronta” da semana, vai para o senhor…..mas, sempre, com todo respeito, é claro!…

HSF

O furo da “Folha”, aqui. Notícia no “Correio do Brasil”  aqui. Notícia em “O Globo” aqui.

 

Futebol e travesti: têm algo a ver?

Thursday, March 26th, 2009

Claro que “futebol e travesti”, em um primeiro momento, não era para ter muito a ver, entre si, não é?! Só que o jogador da seleção brasileira de futebol, Adriano, mais conhecido como “imperador”, acha que tem. Meu amigo, “imperador” é “imperador”!… Não vou discutir com ele…

Dois jornais (“Extra” e “Meia Hora”), noticiaram algo que me parece ser uma tradição no futebol, mas que, alguns querem transformar em escândalo. Cumprindo uma ritualística padrão, em véspera de jogo oficial da seleção, desta feita foi a vez do jogador Adriano, organizar uma “senhora” festa , em sua mansão na Barra (Rio) que, segundo as fontes, começou às 17 h da segunda(23/03) e terminou às 5 da matina do dia seguinte, quando a turminha já estava toda pronta para embarcar para a Granja Comary, em Teresópolis(RJ), para “dar o sangue” pela camisa amarela. Êta gente resistente….afinal, são atletas, né!?….

A frequência na festa foi a melhor possível! De um lado os jogadores da seleção e agregados relacionados ao ofício. De outro, “as máquinas”. Dizem às más línguas que só tinha “avião” circulando pelo pedaço. Algumas gatas conhecidíssimas da televisão, outras nem tanto assim, mas igualmente sensacionais, além de serem “altas funcionárias” da “Centauros”, conhecida casa noturna do local. Devia ser um verdadeiro colírio, aquele monte de mulheres lindas “indo” e “vindo”…codeloco…

Patrícia Araújo

Patrícia Araújo

Até aí, não vi nada demais, numa festinha desta natureza, só para descontrair, antes de um treino duro que terão pela frente. Mas, a polêmica toda, se entendi bem, foi em função da presença de dois gays e um travesti. Os dois gays, segundo fontes fidedignas, faziam o papel de garçons servindo em bandejas camisinhas e lubrificante íntimo, em potes, para quem fosse precisar fazer um uso responsável desses recursos. E o travesti foi a famosa Patrícia Araújo que, não estava muito disposta e, por isso, so quis ficar até às 4 horas, na festa! A considerar pelas notícias, pelas presenças e pelas curiosidades, realmente, esta deve ter sido uma festa e tanto. Isso até me leva a crer que deve ter uma pontinha de inveja, por não ter sido convidado, naqueles que exorcizaram o “imperador” por ter permitido uma festa assim, digamos, tão rica e diversificada, como pareceu ser esta em sua casa. Continuo achando que não houve nada demais no evento.

Mas, só tenho a dizer que isso me leva a duas importantes reflexões:

1ª) “Por que não fui ser jogador de futebol???!!….” e

2ª) Acabo de compreender o termo muito usado no futebol, quando se chama a atenção para se ter muito cuidado com as “bolas nas costas“. Agora, sim, faz todo sentido!

HSF

Notícia na íntegra (G1), aqui, Gazeta (online)/Globo, aqui.

Foi roubar de “Deus” e acabou no purgatório

Thursday, March 26th, 2009

Eu já vi golpes na praça, de todo tipo. Alguns, são tão bem elaborados e criativos que, por isso, acabam chamando a nossa atenção. Já, outros, são golpes comuns, que a gente vê toda hora, mas que, infelizmente, ainda funcionam. Mas, um crime tão mal elaborado e “amador”,  igual ao que foi noticiado hoje, pelo Gazeta online, eu nunca tinha visto, de tão fraco. Seria até hilário se, antes, não fosse trágico. Acho que nem meu filho de 11 anos cairia numa mentira dessa, criada só com o objetivo de extorquir dinheiro. O tipo penal é aquele velho e conhecido “171”, estelionato.

A história, sem pé nem cabeça, foi mais ou menos assim: um advogado de 25 anos, devendo uns 5 mil reais na praça, resolveu pegar um pastor pra “cristo”, sem trocadilhos baratos, e tentar resolver a sua situação financeira. Aí, ele esperou o pastor acabar o culto e, ao final, chamou aquele representante de Deus para uma conversa, digamos, mais ao pé do ouvido e iniciou a aplicação do golpe, contando que ele tinha conhecimento de que o pastor e seu contador estavam sob séria investigação da Receita Federal e que o valor final a pagar, entre tributos e multas, seria uma exorbitância. Todavia, o tranquilizou, dizendo que se ele depositasse a bagatela de R$ 500 mil reais em uma continha de uma determinada empresa de “consultoria”, tudo seria resolvido, com certeza! Ahhh bom…..

O bom pastor, apesar de surpreso com aquela história (de péssima qualidade!), velho de guerra, pediu um tempinho e seu ausentou do recinto, provavelmente, dizendo que iria averiguar com seu contador, a possibilidade de levantar aqueles fundos e resolver de vez aquele “problema”. Coisa nenhuma! Nem pensou duas vezes: ligou para a polícia! Depois voltou para o local da “negociação” e continuou dando corda para o estelionatário em início de carreira……naquela altura, já convencido de que iria conseguir pagar a sua dívida e depois se aposentar, só vivendo da renda auferida da diferença apurada no golpe. Neófito que só ele!…… rsrs…..

A polícia chegou, interrompeu aquela “agradável” negociação e levou o rapaz preso (como não poderia ser diferente). Dizem que o pastor, segurando a Bíblia, virou para o detido e ainda disse: “ …que Deus lhe ajude, meu filho…precisando, estamos por aqui....”. Pô, pastor, essa foi uma obra-prima em sarcasmo, hein?! rsrs….

No depoimento, o jovem advogado, reconheceu seu erro e se disse arrependido. Também afirmou que é evangélico (igualzinho ao pastor que ele tentou “pungar”…) e que, depois que for libertado, pretende continuar normalmente na profissão. Fiquei pensativo……de qual profissão ele estaria se referindo? A de estelionatário ou a de advogado? E ainda que fosse a de advogado, qual vai ser a sua especialidade preferida? Penal tributário, talvez….?! rs….

Moral da história: se roubar do homem já nos parece ser um mau negócio, o que dirá roubar de Deus, não é verdade?!….

De uma coisa eu tenho certeza: passada toda essa turbulência na vida desse rapaz, ele será mais um ardoroso e penitente evangélico no pedaço. É sempre assim. Será daqueles que andam com a bíblia debaixo do braço e que estão sempre propagando as vantagens de ter “conhecido o senhor Jesus”. Será um fiel frequentador de igreja evangélica como qualquer outro, com uma única diferença: o seu dízimo, será exigido adiantado, por parte do pastor. Quer apostar?

HSF

Leia a notícia na íntegra aqui.

“Correção” no bandido e no seu português

Wednesday, March 25th, 2009

Essa eu vi no Blog de meu amigo Chico Flores, num post denominado “Bandido Burro”. O sujeito foi clonar uma placa de carro mas, como havia faltado àquela aula de português no passado, errou logo na hora de escrever o nome da linda cidade de Floripa. A polícia desconfiou e vou averiguar. Aí, deu no que deu, não é!? Cana!

Aí eu pergunto: é ou não é uma perfeita “piada pronta”!? O Brasil tá cheio delas. É só a gente abrir os jornais….

_clonada_floripa_portugues_atireiopaunogato