Posts Tagged ‘escolha do que levar no trekking’

Trekking: o que levar?

Monday, February 8th, 2010

O livro “Trekking” de Athayde Tonhasca Jr. (escolha o menor preço e compre aqui) foi uma de minhas fontes mais importantes para o planejamento e o aproveitamento máximo de nossas “aventuras”.

Segundo esta obra o termo Trekking veio em decorrência das longas e árduas caminhadas (viagens migratórias) dos colonos europeus, na África do Sul, nos anos 1800. As expedições eram chamadas de “treks”, daí o surgimento do termo que hoje conhecemos para a designação desta envolvente modalidade esportiva.

E o que levar em um Trekking?

Para vestir (seja extremamente econômico):

– Agasalho (dispensar se for um trekking litorâneo, pela praia, por exemplo);

– Capa de chuva (ideal é a do tipo Anorak que ocupa pouco espaço e é leve)

– 1 muda de roupa (escolha tecidos que sequem rápido, após a lavagem, como “tactel”, por exemplo. Coloque na cabeça que você deve repetir a roupa, sim! rsrs… Trata-se de um trekking e, não, um desfile!…)

 – Chapéu (escolha o tipo que possui aba na frente e atrás – tipo expedicionário – de forma a proteger do Sol seus ombros, orelhas e pescoço)

– Luvas (do tipo que protegerá sua mão no caso de precisar pegar em algo que possa machucá-lo ou se firmar em uma corda – a luva usada em mecânica é barata, leve e serve para este fim, embora não seja a ideal)

Refeições:

– Refeições devem girar em torno de 0,5 a 1,0 Kg/pessoa/dia. É claro que o ideal é a utilização de alimentos mais calóricos e, com isso, a relação “peso do alimento x dia” pode ser reduzida. Por mais “natureba” que você seja, não tem sentido em comer “folhas” no meio de um Trekking….rs…(Ideal é: castanha do Pará, nozes, frutas secas – banana desidratada é ótimo, cup noodles, miojo, chocolate, barra de cereal, granola, etc…).

– Água – ao menos duas garrafinhas “pet” de meio litro cada.

Equipamentos e Apetrechos (gostaram do termo?!…rs…):

– PROTETOR SOLAR (nem pensar em esquecer…)

– conjuntinho de panela e caneca (próprio para camping e quanto menor melhor)

– fogareiro (só se a programação do trekking exigir que se esquente água, por exemplo! O melhor é não levar esta peça e se adaptar a comer comidas prontas, mas se achar que não consegue, escolha o fogareiro menor possível – para não pesar – a base de álcool).

– saco plástico grosso – não economize comprando sacos que rasguem fácil (serve para trazer seu lixo de volta e para várias outras finalidades)

– Conjunto de talheres – Escolha do tipo que vem junto colher, garfo e faca e, ainda, às vezes, já vem com abridor de lata e garrafa. Assim, ocupa menos espaço e fica mais organizado

– Canivete – Escolha um bom, daqueles do tipo suíço que vem com várias funções. Um função que NÃO pode faltar é o alicate.

– Fita adesiva “Silver Tape” – Diversas utilidades. Haja o que houver, leve-a. Na hora do aperto, você vai me agradecer.

– Papel higiênico (preciso dizer o pra quê?!)

– Toalha pequena

– Escova e pasta de dentes

– Sabonete (pequeno – do tipo fornecido em hotel)

– Vela

– Fósforo

– Isqueiro (..e se o fósforo molhar?..)

– Cantil (alumínio ou plástico)

– GPS (…só para o caso de um trekking que NÃO seja pela praia…senão será peso morto…)

– Bússola (idem, idem caso do GPS)

– Bloquinho de papel e lápis/caneta

– Cajado ou bastão de caminhada (é opcional, mas ajuda muito quem o utiliza. Se forem dois, ao invés de um, melhor ainda…)

– Mapa Impresso do trajeto todo, com as devidas observações. Obtido através do Google Earth/Maps

– Óculos escuros (para trekkings de praia, no verão, é equipamento indispensável)

– Corda (do tipo leve e resistente para escalada – pode ser fundamental para a suspensão de equipamentos e até pessoas quando se deparam com pequenos obstáculos, tais como falésias, por exemplo).

Porém, o mais importante na escolha do que levar é danada da disciplina. Se a gente não tiver muita, acaba levando coisa demais, muitas vezes, um peso extra que vai ser sentido durante todo o trajeto, tornando desconfortável nossa viagem, provocado por algo que nunca será usado.

O que posso dizer é que você deve resistir à tentação de levar muitas peças de roupa, mais de um calçado, mais de uma sunga/biquini e tantas outras coisas que só vão fazer você se arrepender no caminho.

Mas, o que realmente nunca poderá faltar num trekking é a máquina fotográfica/filmadora e o espírito preparado e descontraído daquele que se realiza com novos desafios.

Boa sorte!

HSF