Campanha Ford Fusion – motorista – erro 2

Para finalizar a análise da campanha publicitária do Ford Fusion, não poderia deixar de comentar a última peça, alusiva ao lançamento do “Novo Fusion 2010”, realmente, um “senhor” carro.

Como as demais produções, já citadas, esta não fica pra trás em nada. Uma fotografia muito bem feita, cortes oportunos e uma linha de raciocício perfeita. Isso sem falar no inesquecível fundo musical entoado pelo “hino” “Back in Black”, do AC/DC. Mas, aí vem aquela velha história das incongruências surgidas a partir do conhecido slogan “…quem dirige, fez por merecer…”.

A tônica desta vez foi a seguinte: um almoço de negócios e executivos se imaginando onde e como gostariam de estar daqui a 5 anos. É claro que, de forma até meio pobre, quando se trata de metas e sonhos, os desejos dos personagens, naquele futuro não tão distante, envolvia sempre um Ford Fusion, como símbolo de status e sucesso…

Mas, teve gente que chegou a comentar comigo que a propaganda era altamente feminista, porque enquanto o cara se imaginou ao lado da linda “colega de trabalho” (…”faturando” ela, né, é claro!!…rsrsrs….), dirigindo um Ford Fusion, naquele futuro imaginário, a mesma colega, havia construído um futuro um “pouquinho” diferente para ela, nos próximos cinco anos. O futuro dela continha os mesmos elementos imaginados pela rapaz, ou seja, um carrão, um cara e ela, só que com uma sutil mudança: o cara que era o seu colega de trabalho, estava “vestido” como seu motorista de luxo, enquanto ela lia o seu jornal, imponente e poderosa, no banco de trás do Fusion……Hahahaha…sacanagem, não!? Isso até me faz lembrar de uma frase infame e machista que diz que quem gosta de homem é o “bicho-bambi”, porque mulher gosta mesmo é de dinheiro. Absurdo isso!!! Só repeti aqui para ilustrar, por favor, hein, feministas de plantão!….rs…

Assim, mais uma vez a cena surpreende pela ousadia e pelo inusitado, chegando a ser engraçada. Só que, infelizmente, de novo, o conteúdo da peça vem por contradizer o velho e bom slogan :”…quem dirige, fez por merecer…”.

Afinal, o cara era um alto executivo, foi dirigir um Ford Fusion, 5 anos depois e acabou como um motorista de uma alta executiva. Nada contra ser motorista, mas não resta dúvida de que o cara (que estava dirigindo o Ford Fusion como motorista) fez um péssimo negócio em seus planejamentos profissionais futuros. Concorda!?

Tem jeito não! A minha humilde sugestão à Ford é que não mude a equipe de produção nem a empresa de publicidade, pois têm demonstrado elaborar um ótimo conjunto visual e publicitário. Mas, por favor, mude o slogan e passe a divulga-lo como: “…quem tem um Ford Fusion, fez por merecer…”! Acho que assim, as incongruências desaparecerão e a campanha, a meu ver, terá a nota máxima.

HSF

Tags: , , , , , , , , , ,

8 Responses to “Campanha Ford Fusion – motorista – erro 2”

  1. mah says:

    não vi assim não, é pior o fato de vc querer passar a idéia de que daqui a 5 anos estará super bem sucedido.. mas comprando um carro desvalorizado? provavelmente usado, por ter sido lançado 5 anos atrás.. vc não deve ter feito tanto para merecer isso, sendo um empresário que teria condições de comprar um carro zero do ano..

  2. Olá Maria, bom dia e obrigado pela sua visita e participação.
    A sua, certamente, é só mais uma forma de vermos contradições na campanha do Ford Fusion, considerando, é claro, o conteúdo do slogan.
    Só não pensei como você porque, normalmente, quando se trata de realização pessoal, a gente se imagina no futuro com algum bem ou alguma conquista cujo referencial é aquele conhecido, ou seja, aquele que aparece na propaganda, na rua, na garagem do vizinho, etc… É evidente que seria impossível a pessoa se imaginar dirigindo um Ford Fusion 2015, uma vez que as suas mudanças, talvez, nem sequer ainda tenham sido criadas pelos profissionais daquela fábrica, não é verdade!? Mas, é válida a sua observação. Volte sempre! Abraço. HSF

  3. Jiovani says:

    Realmente imaginar daqui a 5 anos… é esperar demais, ainda mais que o carro já tá aí pra ser comprado….
    Já o slogan : “…quem dirije, fez por merecer.”
    A mulher só conseguiu crescer profissionalmente.,.,e não fez por merecer .,.,pq ela não teve o prazer de dirigir um Fusion.,.,ela é quem tinha que ter dirigido…rs…
    abraço

  4. Olá Jiovani! Obrigado pela visita! De fato, a propaganda nos leva a crer que existem diversas formas de interpretá-la…..como você mesmo deixou claro em seu comentário, às vezes, chega a ser uma verdadeira “confusão”.
    Abraço e volte sempre.
    HSF

  5. Adriana says:

    Mais um comercial quase perfeito ! “Quem dirige o novo Ford Fusion fez por merecer” O cara“fez por merecer” ser motorista dela. Quem mandou subestimar a capacidade da mulher a vendo só como um rostinho bonito ao seu lado. {Momento feminista rs}O que pecou foi a gramática… -“Onde CÊ pretende estar DAQUI CINCO anos” – Daqui cinco anos … putz, mas pelo menos saiu do comum ….

    ah! Eu achei legal o daqui a cinco anos… não como futuro mais como passado , vc se esforçou e já economizou muito , agora é hora de comprar algo de valor … bjos e adorei o blog

  6. Adriana says:

    e se por um lado é extremamente feminista por outro lado é machista também então que os rapazes parem de reclamar rs

  7. Olá Adriana. Fiquei muito feliz com a sua visita ao blog. Volte sempre! Suas observações, de fato, são bem pertinentes. Realmente o cara subestimou, mesmo! Se deu mal, né/? rsrsrs….
    Abração.
    HSF

  8. Fernando says:

    O comercial tinha tudo para ser ótimo se não fosse o terrível erro de português. Não é “daqui cinco anos” mas sim “daqui A cinco anos”. Lamentável que isso tenha passado, imagino eu, por diversos revisores.
    Daqui a cinco anos… bom, eu quero estar perto de alguém que fale português correto.

Leave a Reply